8 de fevereiro de 2014

MARATONA: Casos & Acasos-Capítulo XX


Capítulo XX: Tão Perto, Tão Longe...
Fanfic / Fanfiction de One Direction - Casos e Acasos - Capítulo 25 - Tão Perto, Tão Longe...

Narrador Oculto

Médico: Geralmente em traumatismo craniano acontece isso... Ela pode ter batido a cabeça com muita força, que tenha levado a perda de memória... Mas isso é super normal em casos assim!- repetiu oque dissera ao pessoal antes no quarto-
Harry: Você tá de sacanagem?!
Médico: Não!
Harry: Mas ela vai lembrar néh?!- perguntou temendo que a resposta fosse negativa.
Médico: Bom, Sr. Styles, há casos em que os pacientes lembram... - Harry abriu um grande sorriso- Porém há casos em que não lembram, oque viveram até agora e começam tudo de novo, do zero... - de repente o sorriso de Harry desmoronou-se- Sinto muito, Sr. Styles!
Harry: Já que sente tanto então cure-a!
Médico: Como é, Senhor?
Harry: É isso mesmo! Já que você sente tanto assim, então você e sua equipem... Curem-na!- disse muito sério.
Médico: Sr. Styles, sabemos que você gosta muito da paciente (S/N)... -ele é interrompido por Harry.
Harry: Eu a amo!
Médico: Como eu ia dizendo... Mas não há nada que possamos fazer! Sinto muito, mesmo!- disse dando as costas para Harry e seguindo seu caminho.
Harry: Você não sente nada, não estaria dizendo que não há nada que possam fazer pela MINHA NAMORADA... ELA É MINHA NAMORADA, MERDA!
Médico: Acalme-se Sr. Styles. Realmente não há nada que possamos fazer, por que... - Harry o interrompeu.
Harry: Por quê?
Médico: Por que, perder a memória não é uma doença, e muito menos precisa de cura- disse irritado.
Harry ficou em silêncio por um tempo e em seguida começou a chorar, e sentou-se no chão do corredor.
Harry: Eu só quero poder chegar perto da minha namorada e beija-la sem que a pequena recue. Poxa, será que isso é pedir tanto?
Médio: Não!  Não é não, Sr. Styles!- ele da uma breve pausa- Eu te entendo. - disse ele sentando-se ao lado de Harry.
Harry: Acho que não por que se entendesse de verdade, não diria e nem pensaria coisas negativas sobre a pequena.
Médico: Disse que te entendo, é por que te entendo!- disse abaixando a cabeça.
Harry: Como você entende, se você depara com situações parecidas todos os dias?
Médico: Sim, eu deparo todos os dias com situações parecidas, porém com pessoas diferentes... Há quatro meses perdi minha mulher, ela morreu com câncer de mama, não tive chance de trata-la. Então agora sou viúvo com 38 anos, e tenho uma filha de 9 anos para criar sem a mãe... Então, quando eu digo que eu entendo oque é estar tão perto da pessoa que você ama, porém estar tão longe é por que eu passei por isso. - em seguida ele abaixou a cabeça e instalou-se um terrível silêncio entre a gente.
Harry: Sinto muito, sinto muitíssimo mesmo!
Médico: Sei que sente.
[...]

POV. Harry

Depois daquele momento emotivo com o médico da (S/N), fui até o quarto da mesma para saber como ela estava.

Eu: Oi minha pequena!- ela recuo meia assustada- Desculpa, esqueci que se lembra de mim.
Você: O que você é meu?- me perguntou lançando um olhar tenebroso.
Eu: Sou seu... Amigo- Não tive coragem de dizer.
Você: Então por que ia me beijar naquela hora?
Eu: -engoli a seco- Ééér...
Você: Pode dizer! Você é meu... –antes que ela terminasse a frase eu mesmo a finalizei dando lhe um beijo suave, mas rapidamente se afastara antes do beijo acabar.
Eu: Namorado. - sem jeito nenhum disse àquela palavra que a pequena temia ouvir.
Ela se afastou de mim bruscamente me deixando constrangido com a situação que acabara de se formar.
[...]
Depois de muitos minutos constrangedores ela começou a me fazer diversas perguntas.
Você: Quem era aquela mulher irritada?
Eu: Sua tia Chris, irmã adotiva da sua mãe.
Você: quem era aquela menina morena e quem era a loira.
Eu: A morena era a Fláh, a Flávia e a loira era a Alicia, sua amiga de infância.
Ela me perguntava quem eram as pessoas que a cerca de uma hora at´ras estava em seu quarto.
[...]
Logo depois (S/N) adormeceu e eu fiquei assistindo a mesma dormi, com aquele lindo e delicado rosto que somente a minha pequena tem.
Eu: Tão perto, tão longe... De ti!- disse acariciando seus cabelos ruivos.
Em seguida sai do quarto dela deixando uma lágrima escapar e escorrer sobre o meu rosto.

Continua...



Jujubinhas do meu coração, fim da primeira temporada! EHHHHH! UHUUL!!! Estou muitoooo feliz por isso! Sério, estou feliz demais!!!
Bom, minhas goxtozaas, pensei bastante e vou excluir  o imagine Forever e no lugar postarei a fic SL.

PS: Este imagine é de minha autoria, qualquer cópia, inspiração, é plágio! Podem sim, haver críticas, mas somente as que são construtivas. Se houver alguém xingando, denegrindo e/ou  ofender os artistas, os autores e os leitores. Caso alguma dessas coisas aconteçam por favor me avisem.
ESTE IMAGINE É SOMENTE MEU! EU NÃO QUERO INSPIRAÇÕES E NEM CÓPIAS, KIBES OU ATÉ MESMO QUE REPOSTEM!!! SE FOR DIVULGA-LA A ALGUÉM DEIXE OS DEVIDOS CRÉDITOS E, DIGA AS REGRAS, NÃO PERMITINDO QUE ESTA PESSOA COMETA AS COISAS CITADAS ACIMA. CASO CONTRÁRIO VOCÊ NÃO PODERÁ MAIS ACESSAR ALGUNS BLOGS E SITES DA NET E NEM ESTA PESSOA. E EU FAREI SUA E DESSA PESSOA VIDA UM CAOS! UM VERDADEIRO INFERNO. NEM OUSEM, SE NÃO ESTÃO FERRADOS!!!

É só isso mesmo minhas pipoqeuinhas!!! É só isso mesmo... Bjoooooos e tchaaauu!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Heý, chocolatados! Quer comentar? Leia as regras antes!

-Antes de deixar a sua opinião, veja se ela está relacionada ao post;
-Não xingue e nem ofenda aos leitores e autores de forma que possa denegrir a imagem deles e do blog;
-Criticar sim, ofender não. Criticas somente construtivas;
-Se for pegar algum conteúdo e rebloga-lo avise;
-Comentários de baixo calão serão excluídos;
-Violação das regras a pena é a denúncia imediata;

Leu? Entendeu? Agora fique a vontade para deixar a sua opinião, pois ela é muito importante pra mim. ♥

PS: VAGAS PARA AFILIADOS

Beijos de luz!